Nasdaq sobe com Oracle e Adobe; Dow Jones cede 0,06%

O índice Dow Jones da Bolsa de Nova York abriu em alta, mas inverteu o sinal nos primeiros minutos de pregão. Às 10h40, operava em queda de 0,06% a 12.281 pontos, enquanto o índice Nasdaq (que concentra as ações de tecnologia) seguia na direção oposta, com ganho de 0,16%. O setor de tecnologia avança, com os resultados melhores do que o esperado das fabricantes de software Oracle e Adobe Systems, divulgados ontem depois do fechamento. O forte resultado do Morgan Stanley, anunciado hoje, também deve favorecer otimismo no mercado. As ações da Oracle subiam 4,3% no pré-mercado em reação ao anúncio de aumento de 35% no lucro do terceiro trimestre fiscal para US$ 1,03 bilhão, devido ao crescimento de 27% nas vendas do período. Já as ações da Adobe Systems ganhavam 4,3% no pré-mercado após o anúncio de aumento de 37% no lucro líquido para US$ 143,9 milhões no seu primeiro trimestre fiscal. As ações do Morgan Stanley subiam 3,1% com o anúncio de crescimento de 70% no lucro líquido recorde no primeiro trimestre fiscal, para o nível recorde de US$ 2,67 bilhões. Entre as quedas, as ações da FedEx caíam 3,8% no pré-mercado após a companhia registrar queda de 2% nos lucros do terceiro trimestre para US$ 420 milhões. As Bolsas de Nova York fecharam ontem em alta pelo segundo pregão consecutivo, com aumento de 0,51% do índice Dow Jones. O Nasdaq subiu 0,58% e o S&P 500 avançou 0,63%. Os dados positivos sobre as novas obras iniciadas nos EUA e o empréstimo de US$ 200 milhões para a Accredited ajudaram a melhorar o sentimento do mercado. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.