Natura abre primeira loja no País

A venda por catálogo permanece intocável. Mas a Natura, a partir desta semana, começa a investir numa nova forma de se relacionar com suas consumidoras e de vender seu produtos. A empresa inaugura depois de amanhã, em Campinas (interior de SP), a Casa Natura, um espaço aberto para o público, misto de centro de convivência e loja, onde a consumidora poderá experimentar toda a linha de cosméticos da marca, comprar produtos e até fazer cursos e massagens.Não se trata de uma loja tradicional. Primeiro porque a compra terá de ser feita por intermédio de uma revendedora - que poderá estar no local ou ser acionada por uma promotora -, e depois porque o estoque disponível para a venda imediata será restrito. Pelo menos no início do projeto.A intenção da empresa é que a consumidora tenha maior contato com os produtos da marca, mais de 600 itens, que vão ocupar lugar de destaque numa enorme mesa cercada de espelhos. Ela poderá testar cremes, experimentar maquiagens, perfumes, óleos de banho para fazer suas encomendas, o que hoje é muito difícil. A consultora só anda com o catálogo e por uma questão de praticidade e economia, com uma cartela de amostras limitada, porque precisa comprar os produtos.Na Casa Natura, com toda a linha exposta para ser vista e experimentada, a chance da compra por impulso é muito maior. "Sabemos que a venda deve crescer, mas não dá para estimar o volume porque é uma experiência nova no Brasil. Porém, o mais importante neste projeto é reforçar a imagem da marca", diz o vice-presidente de Operações na América Latina, Mauricio Bellora.Sem querer entrar em detalhes, ele admite que nos próximos meses novas casas devem ser inauguradas em outras cidades, incluindo São Paulo.Campinas, a cerca 100 quilômetros de São Paulo, com uma população estimada em 1 milhão de habitantes, foi escolhida para ser a primeira cidade no País a ter a Casa Natura por motivos estratégicos. "Ela fica perto da fábrica de Cajamar, o que facilita a reposição de estoques e a visita de diretores, tem um grande potencial de consumo e um público exigente", explica Bellora. O bairro de Cambuí,onde fica a loja, é valorizado e tem um comércio sofisticado.A Avon, maior concorrente da Natura em venda direta, promete seguir na mesma trilha. Ela deverá anunciar nos próximos meses projetos nesse sentido. A intenção é reforçar a imagem da marca e o relacionamento com suas revendedoras.A Casa Natura surgiu no México há quase um ano. Mas como a marca é nova no país, mais de 80% das consumidoras que entram no local estão interessadas em serem consultoras. Com o projeto brasileiro - inspirado nas experiências do modelo mexicano e na loja que a Natura tem na França - Bellora espera também reforçar o exército atual de 525 mil revendedoras da marca. Lá elas poderão fazer cursos técnicos, experimentar produtos e fazer seus pedidos pela internet.Para atrair a comunidade local, a Casa Natura investiu ainda em outros atrativos, como num massagista, num café e em áreas para palestras e cursos, como de jardinagem, de economia doméstica e outros. "Tudo dentro do compromisso social da empresa", diz Bellora. O café servido no local, por exemplo, será preparado por participantes de projetos sociais da região e a massagem ficará nas mãos de um terapeuta deficiente visual."Buscamos também inspiração na primeira loja da Natura, que funcionava na rua Oscar Freire há 37 anos. "As consumidoras chegavam lá e se sentiam em casa", lembra o executivo. "Queremos resgatar este espírito." A venda era no balcão. Em 1974, cinco anos depois, a Natura optou pelo sistema de venda direta ou porta a porta.A virada deu gás para a expansão da companhia, que hoje, além do Brasil, tem sua marca na Argentina, Chile, Peru, Bolívia, México e França. No ano passado seu faturamento foi de R$ 3,24 bilhões, o que representou um crescimento de 27,7% em relação ao ano anterior.

Agencia Estado,

12 de setembro de 2006 | 12h36

Tudo o que sabemos sobre:
empresas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.