Negociação com Inco é "questão de tempo", diz presidente da Vale

O presidente da Companhia Vale do Rio Doce, Roger Agnelli, afirmou hoje que espera que a negociação de aquisição da mineradora canadense Inco seja concluída na próxima semana. "É apenas uma questão de tempo", disse, em teleconferência com analistas. Segundo Agnelli, a expectativa é de que as autoridades canadenses aprovem a compra da Inco. O executivo destacou que a aquisição da Inco será importante em termos de diversificação de produtos e também geográfica. "Temos grande conhecimento em minério de ferro. Precisamos expandir nossa atuação em não-ferrosos", disse Agnelli. "A aquisição da Inco é um passo muito importante para nos tornarmos líderes em níquel", completou.Agnelli afirmou que a empresa tem mostrado às agências de classificação de risco e aos bancos que apesar do desembolso de cerca de US$ 18 bilhões para a compra da Inco, a Vale ficará numa situação financeira "muito boa". "A maior parte dos nossos contratos financeiros é de longo prazo e temos uma relação muito boa com os clientes. Sou muito otimista em relação à Vale e à Inco juntas", afirmou Agnelli, ressaltando que a combinação dos negócios de minério de ferro e níquel vai beneficiar as operações da Vale.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.