Negócios com ações da CSN são retomados na BM&FBovespa

Em razão de descumprimentos contratuais por performance, a CSN, mediante notificação à empresa Dad Engenharia, reteve pagamentos em valor aproximado de R$ 2,5 milhões

Agência Estado,

31 de maio de 2010 | 10h56

A CSN informou hoje que a Dad Engenharia e Serviços Ltda., que entrou com pedido de falência contra a empresa, foi contratada para prestação de serviços de manutenção na Usina Presidente Vargas, em Volta Redonda. "Em razão de descumprimentos contratuais por performance, a CSN, mediante notificação à empresa Dad Engenharia, e conforme lhe facultava o contrato firmado entre as partes, reteve pagamentos em valor aproximado de R$ 2,5 milhões."

Segundo a CSN, essas retenções resultaram em protesto por parte da Dad de nove títulos, no valor aproximado de R$ 1,3 milhão, e no consequente requerimento de falência. A CSN esclarece ainda que o "pedido de falência é infundado; o valor da cobrança está garantido integralmente por depósito judicial; e os valores envolvidos não têm materialidade e/ou relevância tendo em vista a situação patrimonial e de crédito da CSN".

As negociações com as ações da CSN foram suspensas na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), que aguardava informações da siderúrgica. A BM&FBovespa informou que as operações serão retomadas às 11h05.

Procurada pela Agência Estado, a Dad afirmou que o porta-voz não estava disponível para entrevista no momento. Segundo o site da Dad, a empresa atua com Sistema Integrado de Gestão para prestação de serviços elétricos e mecânicos na área industrial.

Tudo o que sabemos sobre:
siderurgiapedidofalênciaCSNDad

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.