Net estuda refinanciar bônus perpétuo no segundo semestre

O valor do título é de US$ 150 milhões, e em novembro ocorre uma call (opção de compra)

Luana Pavani, da Agência Estado,

20 de julho de 2010 | 15h05

A Net Serviços pretende melhorar a estrutura de endividamento, com um plano para refinanciar o bônus perpétuo no segundo semestre. O diretor executivo Financeiro e de Relações com Investidores da companhia, João Elek, explica que o custo atual do papel, de 9,25% ao ano, pode cair para entre 7% e 8%, faixa atualmente praticada no mercado por empresas da mesma classificação de risco. "Vemos no mercado condições de melhores taxas, obtidas por empresas na mesma faixa de rating que a nossa", afirmou Elek, em teleconferência com jornalistas, há pouco. A possibilidade de baixar o custo da dívida já foi discutida pelo conselho de administração.

O valor do título é de US$ 150 milhões, e em novembro ocorre uma call (opção de compra). "Até lá, poderemos escolher com conforto a melhor opção", diz Elek, sem relevar quais bancos estão na negociação, mas reiterando a probabilidade de que o refinanciamento seja divulgado via fato relevante no segundo semestre.

Quanto à atual estrutura de capital, o diretor considera que está equilibrada, com foco no alongamento do perfil da dívida. "Não há necessidade de captação adicional."

Tudo o que sabemos sobre:
Netbônusperpétuo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.