Nikkei avança 1,1% influenciada por resultado da Fanuc

A Bolsa de Tóquio fechou em alta, alcançando o maior nível em seis meses, influenciada positivamente pelos dados de emprego nos EUA e por resultados corporativos. O índice Nikkei avançou 1,13%, para 15.457,87 pontos, acumulando ganhos de 1,6% durante a semana. Essa foi a maior pontuação de fechamento desde 23 de janeiro.

AE, Agência Estado

25 de julho de 2014 | 04h17

No cenário corporativo, destaque para as ações da Fanuc, que valorizaram 5,3% depois de a empresa anunciar o resultado trimestral na véspera, sugerindo sólidas encomendas para os próximos meses. A valorização do papel respondeu por um quinto do avanço do índice Nikkei. "Fortes encomendas sugerem o potencial de revisão para cima nos lucros", afirmou Naoki Fujiwara, gestor de fundos na Shinkin Asset Management.

Ontem, os EUA também anunciaram que os pedidos de auxílio-desemprego caíram para o menor nível desde fevereiro de 2006. Na semana encerrada em 19 de julho, foram registrados 284 mil pedidos, ante uma previsão de alta no número para 305 mil. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
Japãobolsa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.