Nikkei cai 0,2% com temores sobre Espanha

Em meio ao aumento à aversão ao risco, a Bolsa de Tóquio teve o pior resultado em seis semanas

Agencia Estado

24 de julho de 2012 | 06h18

A Bolsa de Tóquio fechou em queda pelo terceiro pregão seguido nesta terça-feira. Em meio ao aumento à aversão ao risco, o índice Nikkei teve o pior resultado em seis semanas, com os problemas sobre a dívida da Espanha derrubando as ações das principais exportadoras, como Honda Motor, que perdeu 0,9%, e Canon, que deslizou 1,5%.

Depois de oscilar acima e abaixo do ponto de equilíbrio durante o dia, o Nikkei caiu 20,23 pontos, ou 0,2%, e terminou aos 8.488,09 pontos, após perda de 1,9% na sessão de segunda-feira - foi a pior pontuação desde 8 de junho. O volume de negociações subiu ligeiramente para 1,6 bilhão de ações.

"O que está pesando mais nos mercados globais é a Europa", disse Hideyuki Ishiguro, supervisor de estratégia de investimentos da Okasan Securities. "Os resultados corporativos de empresas japonesas, mesmo que sejam fortes, não devem afetar muito (os mercados de capitais)."

Os participantes do mercado vão provavelmente se concentrar na reunião de hoje entre os ministros das Finanças de Espanha e Alemanha, em Berlim, afirmou Kenichi Hirano, analista de mercado da Securities Tachibana. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
bolsasTóquio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.