Nikkei fecha em forte baixa com valorização do iene

Baixa de 2,0% foi a maior em porcentual desde 2 de outubro. O volume negociado também foi o maior desde o início do mês

23 de outubro de 2013 | 05h52

O principal índice de ações da Bolsa de Tóquio fechou em forte baixa, pressionado pela desvalorização do dólar, o que prejudicou as ações de empresas exportadoras.

O Nikkei encerrou em baixa de 2,0%, atingindo os 14.426,05 pontos. Até a metade do pregão o índice registrava ganhos, mas perdeu força conforme o dólar começou a perder terreno ante o iene. Essa foi a maior queda porcentual desde 2 de outubro. O volume negociado também foi o maior desde o início do mês.

No fechamento da Bolsa de Tóquio, o dólar trocava de mãos a 97,35 ienes, de 98,16 ienes na abertura do pregão. Operadores de mercado dizem que esse movimento no câmbio motivou uma realização de lucros por parte dos investidores.

Ontem os EUA divulgaram a criação de 148 mil postos de trabalho em setembro, inferior à projeção de 180 mil. "Seguindo a divulgação de um relatório de emprego mais fraco que o esperado, o dólar se segurou bem até a sessão da manhã. Mas os investidores eventualmente desistiram de tentar defender o nível de 98 ienes", disse o CEO da Investrust, Hiroyuki Fukunaga.

Ele disse que depois de nove altas em dez pregões, os investidores aguardavam por um motivo para realizar os ganhos. As ações da Fast Retailing perderam 2,8% e as da Fanuc fecharam em baixa de 2,3%. Entre os exportadoras, o destaque fica para a queda de 3,0% nos papéis da Kyocera e de 2,8% nos da Honda. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
Japãobolsafechamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.