Nikkei recua 0,8% com temor sobre Espanha

Preocupações com a situação financeira na Espanha promovem venda de ações no Japão

Agencia Estado

19 de junho de 2012 | 06h21

A Bolsa de Tóquio fechou em queda nesta terça-feira. Os investidores voltaram a atenção para o preocupante estado financeiro da Espanha, após digerir o otimismo da véspera com os resultados eleitorais da Grécia. As vendas em peso pesado como Fanuc ofuscaram a fuga para as compras seguras em Softbank e Takeda Pharmaceutical.

O Nikkei caiu 65,15 pontos, ou 0,8%, e terminou aos 8.655,87 pontos, após o rali de 1,8% na segunda-feira, quando atingiu o maior fechamento em quase um mês. O volume de negociações seguiu fraco e em queda, com 1,38 bilhão de ações, mais uma vez com os investidores à espera dos desdobramentos das reuniões do G-20 e do FOMC do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA).

A desvalorização do dólar e do euro frente ao iene também não deram suporte ao mercado acionário.

"O iene está gradualmente ganhando terreno, o que é um pouco preocupante", disse o dealer de uma das principais corretoras japonesas. "Eu não mudaria uma posição baixista na ausência de sinais de compra", acrescentou, dizendo que um rali de curto prazo é difícil de prever, pois há pouca expectativa de flexibilização adicional na próxima reunião do FOMC. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
bolsasTóquio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.