Nikkei sobe 1,5%, próximo de pontuação recorde no ano

Índice encerrou o pregão em alta de 1,5%, a 15.619,13 pontos com as ações da Fast Retailing avançando 2,4% e as da Fanuc, 2,3%

25 de novembro de 2013 | 05h29

A Bolsa de Tóquio encerrou as negociações asiáticas próxima da maior pontuação do ano, influenciada por um dólar forte. O índice Nikkei encerrou o pregão em alta de 1,5%, a 15.619,13 pontos, na máxima do dia, e está a nove pontos da maior pontuação em vários anos estabelecida em 22 de maio.

O dólar valorizado beneficia exportadores que registram lucros em iene, mas operadores de mercado afirmaram que os movimentos do mercado são mais especulativos do que baseados em fundamentos. No mesmo horário do fechamento da Bolsa de Tóquio, o dólar operava a 101,87 ienes, de 101,07 ienes no fim das negociações asiáticas de sexta-feira.

Um diretor de negociação de ações em uma corretora estrangeira disse que investidores internacionais estão usando estratégias vendidas em iene e compradas em índice futuro do Nikkei. "Isso está resultado em um giro especulativo, quase exclusivamente baseado em câmbio", afirmou.

Ações de grande peso no índice se beneficiaram desse movimento. As ações da Fast Retailing avançaram 2,4% e as da Fanuc ganharam 2,3%. Os papéis do SoftBank foram influenciados pela elevação de recomendação do Mitsubishi UFJ Morgan Stanley para outperform, de underperform, e subiram 5,4%.

Para o gestor geral de ações na SMBC Nikko Securities, Hiroichi Nishi, o iene mais fraco continua a impulsionar o mercado mesmo que os sinais da análise técnica indiquem um superaquecimento do índice. O Nikkei já avançou quase 11% desde 11 de novembro. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
Japãobolsa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.