Nikkei sobe 2,1% guiado por iene fraco

As ações na Bolsa de Tóquio fecharam em forte alta, impulsionadas pela alta do dólar durante o pregão e pelos negócios no mercado futuro. O índice Nikkei registrou ganhos de 2,1%, aos 14.876,41 pontos, mas durante as negociações o índice chegou a atingir a maior pontuação desde 24 de maio, aos 14.996,43 pontos.

AE, Agencia Estado

14 de novembro de 2013 | 06h57

No mesmo horário do fechamento da Bolsa de Tóquio, o dólar era negociado a 99,60 ienes, de 99,73 ienes no fim da tarde de ontem em Nova York. Com isso, ações de empresas exportadoras se beneficiaram, como as da Kyocera, em alta de 2,3%, e as da Tokyo Electron, com ganhos de 2,4%.

No entanto, observadores do mercado disseram que o movimento foi em grande parte causado por fundos de hedge com operações vendidas em iene e compradas em contratos futuros na bolsa.

"O mercado de ações está particularmente vulnerável a movimentos de apenas alguns grandes players, já que estamos atualmente em uma temporada de baixos volumes, quando algumas pessoas estão mostrando muito interesse", disse o estrategista sênior de investimentos do Mitsubishi UFJ Morgan Stanley Securities, Norihiro Fujito.

Ações de grande peso no índice Nikkei também registraram ganhos, guiados pelas grandes compras nos mercados futuros. As ações da Fast Retailing subiram 5,2%, enquanto as da Fanuc ganharam 3,2% e as da KDDI avançaram 5,3%.

Em 2012, o dia 14 de novembro marcou o início do último rali do índice Nikkei, quando ainda cresciam as expectativas pela eleição de Shinzo Abe e seu Partido Liberal Democrata ao governo. Desde então, o índice saltou 80%, até encerrar o rali no fim de maio. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
Japãobolsa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.