No mercado externo, dólar cai

O dólar opera em leve queda diante de outras moedas fortes, enquanto consolida os ganhos recentes antes do depoimento do presidente do Federal Reserve (Fed), Ben Bernanke, à Câmara dos EUA, marcado para as 12h (de Brasília). As declarações de Bernanke serão o ponto central para o comportamento do mercado de câmbio hoje, já que os mercados

Danielle Chaves, da Agência Estado,

24 de fevereiro de 2010 | 11h56

buscam qualquer indicação sobre quando o Fed vai começar a elevar as taxas de juros.

 

O dólar consolida os ganhos obtidos ontem, quando as fracas bolsas europeias e o indicador negativo sobre confiança do consumidor norte-americano acabaram com o apetite por risco dos investidores.

 

Às 11h33 (de Brasília), o euro subia para US$ 1,3564, de US$ 1,3496 no fim da tarde de ontem, e o dólar caía para 90,14 ienes, de 90,18 ienes ontem. O dólar recuava para 1,0793 franco suíço, de 1,0830 franco, e a libra cedia para US$ 1,5421, de US$ 1,5440 ontem. O índice do dólar estava em 80,800, de 80,877.

 

Alguns analistas afirmam que a reiteração por Bernanke de que a meta dos Fed Funds não vai ser elevada em breve deverá ajudar a dar impulso ao dólar, já que sinaliza a hipótese de que a economia dos EUA vai continuar se recuperando. No entanto, se os mercados se concentrarem nos yields, qualquer adiamento das expectativas de uma alta dos juros pode ser negativa para a moeda norte-americana, conforme os investidores reduzirem suas previsões para retornos mais altos.

 

Também às 12h, o secretário do Tesouro, Timothy Geithner, vai depôr sobre o orçamento para o ano fiscal de 2011 e o índice de vendas de imóveis novos em janeiro será divulgado.

 

As greves dos setores públicos na Grécia, Espanha e Portugal estão novamente colocando os problemas de dívida na zona do euro em destaque. Autoridades gregas sugeriram que a oferta de bônus de até 5 bilhões de euros não poderá ser lançada enquanto o país estiver enfrentando a greve. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
dólar, moedasBernanke

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.