Nokia deixará de fabricar celulares CDMA até abril de 2007

A finlandesa Nokia está pondo o pé no freio em sua operação com celulares CDMA. A empresa anunciou nesta semana que não levará adiante o plano de firmar uma joint venture com a japonesa Sanyo, para a produção de celulares com este padrão. A empresa também deve abandonar a fabricação de celulares com o padrão CDMA, mercado que a empresa vê em retração, exceção feita ao mercado norte-americano, onde a companhia ainda vê demanda de aparelhos com esta tecnologia.A companhia anunciou, em um comunicado à imprensa, que irá interromper o desenvolvimento e a fabricação de aparelhos até abril do próximo ano, numa reestruturação que deve custar cerca de 150 milhões de euros ao longo do terceiro trimestre deste ano, esperando que isso resulte em melhores resultados para suas margens operacionais.Para abastecer o mercado norte-americano e outros países com operações CDMA atraentes (no Brasil, a Nokia vende aparelhos CDMA para a Vivo), a empresa firmou um acordo com a coreana Pantech (que também vende celulares de sua marca no Brasil) para fornecer celulares CDMA com sua marca, num contrato estimado em US$ 129 milhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.