Nova York fecha em queda com falta de clareza do Fed

As bolsas de Nova York encerraram uma sessão volátil com amplas perdas após a Ata da última reunião do Fed ter fornecido pouca clareza sobre quando o BC pode começar a reduzir suas medidas de estímulo à economia.

Agencia Estado

21 de agosto de 2013 | 18h25

O índice Dow Jones caiu 104,44 pontos (0,7%) e encerrou aos 1.4897,55 pontos nesta quarta-feira, 21. Imediatamente após a divulgação da Ata do Fed, o Dow chegou a cair 122 pontos, para então ganhar 17 pontos, antes de voltar a cair novamente. O declino marca a sexta perda consecutiva do índice, a mais longa sequência de queda desde julho de 2012. O S&P 500 perdeu 9,95 pontos (-0,6%), para 1.642,80 pontos. Já o Nasdaq ganhou 13,80 pontos (0,4%) e fechou aos 3.599,79 pontos.

A Ata do Fed mostrou que poucas autoridades monetárias são favoráveis à redução do programa de compra de ativos em breve, enquanto poucos pediram mais cautela. Mas a Ata também mostrou que vários membros do Fed estão "de alguma forma menos confiantes" em relação ao crescimento da economia do que estavam em junho.

A Ata salientou que a decisão do Fed sobre quando iniciar a redução no seu programa de estímulo depende, em grande parte, de como a economia vai se comportar, e colocou mais ênfase, ainda, nos próximos dados incluindo o relatório do mercado de trabalho previsto para ser divulgado em 06 de setembro.

"A mensagem foi confusa e desorganizada", afirmou o vice-presidente da Cuttone & Co. Em Nova York, Keith Bliss. O problema é que a situação ficou tão complicada, que o (Fed) está tendo problemas para transmitir uma mensagem de fácil compreensão."

Tudo o que sabemos sobre:
bolsas de valores

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.