NY abre em baixa com queda no preço dos imóveis

As Bolsas norte-americanas abriram em queda, com investidores aproveitando a ausência de notícias positivas para ajustar posições. A divulgação do relatório S&P Case Shiller sobre preço dos imóveis nas maiores cidades dos EUA provocou reação negativa nos futuros de Nova York. O preço dos imóveis cedeu. A abertura deve ser marcada também pela expectativa com os indicadores sobre a confiança dos consumidores e sobre a atividade industrial do Fed (Federal Reserve) de Richmond que serão divulgados meia hora após o início da sessão.

CYNTHIA DECLOEDT, Agencia Estado

26 de outubro de 2010 | 11h35

Às 11h32 (de Brasília), o Dow Jones caia 0,52% aos 11.107,89 pontos, o Nasdaq perdia 0,67% para 2.473,98 pontos e o S&P 500 tinha queda de 0,54% aos 1.179,16 pontos

Os mercados parecem tender para "um pouco de consolidação do rali recente, dos últimos dias", disse o estrategista do Ruland Research, Heino Ruland. As preocupações sobre os problemas relacionados as execuções de hipotecas dos bancos continuam a produzir incertezas para o setor financeiro, disse Ruland, acrescentando que o balanço desapontador apresentado pela unidade de banco de investimento do banco suíço UBS também não ajuda.

A Ford Motor informou lucro e receita melhor no terceiro trimestre. As ações subiram cerca de 16% até agora em outubro.

A DuPont informou queda de 10% em seu lucro do terceiro trimestre. A AK Steel anunciou saída de lucro para prejuízo no terceiro trimestre, e a US Steel anunciou mais um prejuízo trimestral, contrariando previsões de lucro. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
bolsasDow JonesNasdaqFedimóveis

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.