NY deve abrir com ganho após surpresa co bens duráveis

As bolsas norte-americanas devem abrir o pregão desta quarta-feira, 26, no azul, sinalizam os índices futuros. As encomendas de bens duráveis subiram mais que o previsto em fevereiro. Além disso, declarações de dirigentes de bancos centrais, tanto na Europa como nos Estados Unidos, ajudam a estimular as compras de ações na manhã de hoje. Às 10h15 (de Brasília), o Dow Jones futuro subia 0,47%, o Nasdaq ganhava 0,57% e o S&P 500 avançava 0,40%.

ALTAMIRO SILVA JÚNIOR, CORRESPONDENTE, Agencia Estado

26 de março de 2014 | 10h25

Os índices futuros começaram a quarta-feira em alta, repercutindo o clima otimista na Ásia e Europa, em meio às expectativas de que a China e o Banco Central Europeu (BCE) lancem medidas de estímulo econômico e, no caso do BCE, para evitar a deflação. Um discurso também otimista de um dirigente do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA) em Hong Kong ajudou a estimular o apetite por risco.

Nos EUA, o único indicador do dia, além de dados semanais dos estoques de petróleo, são as encomendas de bens duráveis de fevereiro, que subiram 2,2%. A expectativa dos analistas era de alta de 0,8%.

Entre os dirigentes do Fed, o presidente da sucursal de Saint Louis, James Bullard, participa de uma conferência em Hong Kong em dois painéis hoje que discutem as políticas não convencionais adotadas pelos bancos centrais. Na primeira apresentação, Bullard declarou que a economia dos EUA deve ter um ano "muito bom" e que a taxa de desemprego deve cair para abaixo de 6% até dezembro. O dirigente tem outra fala, prevista para às 21h20 (de Brasília). Ele não tem poder de voto este ano nas reuniões de política monetária do Fed.

Ainda nos EUA, o Fed divulga às 17h (de Brasília) um relatório de análise sobre os grandes bancos. Na semana passada, o BC informou os primeiros resultados do teste de estresse e de análise financeira das instituições. Hoje a instituição divulga a segunda parte da avaliação.

As atenções também devem seguir voltadas para a Ucrânia, sobretudo com a reunião hoje de cúpula EUA-União Europeia, em Bruxelas, com a participação do presidente Barack Obama. Para o analista sênior do Danske Bank, Sverre Holbek, o clima segue tenso na Ucrânia, com exercícios militares russos ontem, mas as declarações de dirigente de bancos centrais, bons indicadores nos EUA e a expectativa de medidas de estímulo na China ajudam a ofuscar a tensão na Ucrânia e estimular o apetite pelo risco.

Nas notícias corporativas, King Digital Entertainment, empresa que criou o jogo Candy Crush, faz hoje sua estreia na Bolsa de Valores de Nova York. A companhia chega ao mercado valendo US$ 7,1 bilhões e a expectativa é que seja um dos destaques de negócios hoje.

O Facebook subia 0,05% no pré-mercado e também deve ser um dos destaques de negócios nesta quarta. Ontem após o fechamento das bolsas, a empresa anunciou mais uma aquisição bilionária, comprando a Oculus VR por US$ 2 bilhões. A VR é uma empresa de tecnologia especializada em realidade virtual e que criou um óculos específico para jogos.

Tudo o que sabemos sobre:
bolsas de valoresNYbens duráveis

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.