NY deve abrir em alta após PIB dos EUA acima do esperado

Expansão da economia à taxa de 1,5% no segundo trimestre, acima da previsão de 1,3%, anima investidores

Sergio Caldas, da Agência Estado,

27 de julho de 2012 | 11h00

Os índices futuros das bolsas de Nova York indicam abertura em alta no pregão desta sexta-feira, após a divulgação de dados mais fortes do que o esperado do Produto Interno Bruto (PIB) dos EUA. Às 10h15 (de Brasília), no mercado futuro, Dow Jones avançava 0,23%, Nasdaq ganhava 0,74% e S&P 500 subia 0,54%.

Segundo o Departamento do Comércio, o PIB dos EUA cresceu à taxa de 1,5% no segundo trimestre, acima da previsão dos economistas consultados pela Dow Jones, que era de expansão de 1,3%. Além disso, o resultado do PIB no primeiro trimestre foi revisado para cima, para um ganho de 2,0%.

Antes do PIB, os futuros em Nova York já vinham em alta em meio à expectativa de que a União Europeia vá se mobilizar ainda mais para superar a crise na zona do euro. Ontem, o presidente do Banco Central Europeu, Mario Draghi, disse que a instituição fará o que for necessário para preservar o euro.

Ainda na manhã desta sexta-feira os investidores acompanharão a divulgação do índice final de sentimento do consumidor em julho, medido pela Universidade de Michigan.

Apesar da tendência de alta em Wall Street, as ações do Facebook caíam 11% no pré-mercado. O lucro do Facebook no segundo trimestre veio em linha com a estimativa dos analistas e a receita ficou um pouco acima, mas os custos quadruplicaram, em grande parte por causa das despesas com a oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês) da empresa.

A farmacêutica Merck, que teve um forte desempenho trimestral, subia 2,7% antes da abertura, enquanto a empresa de biotecnologia Amgen ganhava 4% e a Expedia avançava 13%. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
bolsasDow JonesNasdaq

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.