NY: Dólar vai a maior valor do ano em relação ao iene

O dólar subiu ao seu mais alto nível em 2006 frente ao iene, em meio ao aumento da expectativa de que o próximo movimento do Federal Reserve não será cortar a taxa básica de juros. Também influi sobre os negócios os temores desencadeados pelo teste nuclear da Coréia do Norte. O euro também está pressionando em relação ao dólar, caindo aos níveis de julho. Às 10h10 (de Brasília), o dólar estava em 119,67 ienes, de 119,15 ienes na tarde de ontem, superando a máxima de 119,39 ienes deste ano, batida em 3 de fevereiro. O euro estava em US$ 1,2531, de US$ 1,2598 na tarde de ontem. O presidente do Fed de Saint Louis, William Poole, disse ao Financial Times, em entrevista publicada ontem no site do jornal, que o Fed pode "sentar" e deixar o mercado secundário de títulos públicos fazer o trabalho de estabilizar a economia. Os comentários levaram o mercado a acreditar que o Fed não cortará os juros, permitindo que as taxas nos EUA continuem bem acima das fixadas no Japão. O juro básico no Japão foi estabelecida em 0,25%, enquanto a taxa básica do Fed está em 5,25%. No mercado secundário de títulos do Tesouro dos estados Unidos, o papel de dez anos de prazo projetava juro em alta de 0,59%, a 4,7319%. As informações são da agência Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.