NY: Índice Dow Jones abre em alta e Nasdaq em queda

O índice Dow Jones abriu em alta hoje e às 10h32 (horário de Brasília) apresentava ganho de 0,2%, aos 10.950 pontos. No mesmo instante, a bolsa eletrônica Nasdaq perdia 0,34%, aos 2.032 pontos. Segundo analistas, o alerta do resultado da Dell Computer pressiona as ações de tecnologia. Nos últimos dias, os investidores foram surpreendidos por resultados desfavoráveis em algumas das mais importantes companhias do segmento. Ao mesmo tempo, há notícias positivas da Microsoft e da Caterpillar, ambas presentes no índice Dow Jones. As ações da Dell Computer caíram 15,4% no pré-mercado, com estimativa pela companhia de lucro entre US$ 0,21 por ação a US$ 0,23 por ação no segundo trimestre, bem abaixo da projeção média dos analistas de US$ 0,32 por ação. A receita deve ficar em US$ 14 bilhões, também inferior aos US$ 14,2 bilhões estimados, disse a empresa. Ontem, a Advanced Micro Devices (AMD) anunciou lucro e vendas abaixo do esperado, sem conseguir fazer frente à acirrada disputa por mercado com a Intel. A Intel, por sua vez, também decepcionou os investidores um dia antes, já que sua estratégia de redução de preços ainda não surtiu efeito em seus números. O lucro da companhia caiu 57%. As más notícias para o setor vieram também da Europa nesta manhã, com o resultado da alemã Infineon e da Ericsson. Os papéis da AMD cederam 7,8% com divulgação ontem, depois do fechamento, de lucro por ação de US$ 0,18 no segundo trimestre fiscal, abaixo das projeções de US$ 0,22 dos analistas consultados pela Thomson First Call. As vendas caíram para US$ 1,22 bilhão, também inferior as previsões de US$ 1,25 bilhão. O Banc of America Securities, o Citigroup, o Lehman Brothers, o Morgan Stanley and o Prudential Securities reduziram a meta de preço para as ações da AMD. Na Europa, as ações da Infineon perderam mais de 5% em Frankfurt, com a divulgação de prejuízo líquido de 23 milhões de euros no terceiro trimestre. Embora inferior as perdas de 240 milhões do mesmo período de 2005, o resultado decepcionou analistas que previam lucro de 31 milhões de euros. Ericsson caiu 1%, ao informar queda em seu lucro para 5,71 bilhões de coroas suecas no segundo trimestre, embora tenha superado as estimativas de 5,53 bilhões de coroas suecas. Mas outros papéis bastante relevantes operaram na ponta oposta. A blue chip Microsoft subiu 6% no pré-mercado, sustentando os futuros no começo do dia, em reação ao anúncio divulgado ontem de planos de recompra de até US$ 40 bilhões de suas ações. A informação veio junto à divulgação de seu balanço, no qual o destaque foi o aumento de 16% das receitas no quarto trimestre fiscal, para US$ 11,8 bilhões. Analistas esperavam, em média, receita de US$ 11,63 bilhões. O lucro caiu 24% para US$ 2,83 bilhões (US$ 0,28 por ação), por causa de encargos legais e aumento de despesas, um pouco abaixo da previsão de US$ 0,30 por ação. Google ganhou 0,74%, com anúncio também ontem, depois do fechamento, de que seu lucro mais que dobrou no segundo trimestre, para US$ 721 milhões (US$ 2,33 por ação), 110% acima dos US$ 342,8 milhões (US$ 1,19 por ação) de igual período de 2005. A blue chip Caterpillar subiu 2,8%. A empresa anunciou lucro no segundo trimestre de US$ 1,05 bilhão ou US$ 1,52 por ação, acima do mesmo período do ano passado. O lucro ficou acima do esperado, de US$ 1,42 por ação. As ações da farmacêutica Eli Lilly caíram 0,1%, depois de projetar, hoje, crescimento nas receitas em 2006 na margem mínima de sua meta. O lucro de US$ 0,76 por ação no segundo trimestre, superou as estimativas de US$ 0,75 por papel. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.