NY opera em alta reagindo a balanços de empresas

O mercado norte-americano de ações opera em alta moderada, em reação a informes de resultados de empresas. O índice S&P-500 opera pouco abaixo de seu nível recorde de fechamento, de 1.848,38 pontos, alcançado em 15 de janeiro.

Agencia Estado

21 de fevereiro de 2014 | 14h16

O mercado ignorou o informe de que as vendas de imóveis residenciais usados caíram 5,1% em janeiro, para a média anualizada de 4,62 milhões de unidades; os economistas previam 4,67 milhões. Segundo a Associação Nacional dos Corretores de Imóveis (NAR), a queda nas vendas resultou do inverno rigoroso, da oferta pequena de imóveis, das condições apertadas do crédito e da falta de recursos por parte dos compradores potenciais.

"Os investidores em geral ainda gostam das ações. Temos visto bolsões de força, além de debilidade, nos indicadores recentes", comentou o estrategista James Liu, da JP Morgan Funds.

Entre as ações de empresas que divulgaram resultados, os destaques são Hewlett-Packard (-1,2%) há pouco), Priceline.com (+3,4%), Intuit (+4,6%), Groupon (-17,7%) e Dish Network (+3,8%).

Às 14h04 (de Brasília), o índice Dow Jones subia 38 pontos (0,24%), para 16.171 pontos; o Nasdaq avançava 13 pontos (0,32%), para 4,281 pontos; o S&P-500 subia 4 pontos (0,27%), para 1.844 pontos. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
bolsas de valoresNYbalanços

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.