Oferta de Mittal por Arcelor está oficialmente aberta

A Mittal Steel Co., maior siderúrgica do mundo em produção, declarou a abertura oficial de sua oferta de 19 bilhões de euros (US$ 24 bilhões) pela concorrente mais próxima, Arcelor SA. Os acionistas da siderúrgica com base em Luxemburgo têm até 29 de junho para aceitar a oferta em ações e dinheiro. O grupo com sede na Holanda declarou que os termos e condições da proposta de aquisição não mudaram desde seu primeiro anúncio em 27 de janeiro. A siderúrgica está oferecendo quatro ações da Mittal e 35,25 euros em troca de cinco ações da Arcelor. Uma oferta secundária seria de 28,21 euros por ação da Arcelor. Os acionistas da Arcelor poderão escolher entre um mix de dinheiro e ações ou o montante que desejar em ações, considerando que o total da operação não deve superar a proporção de 25% em dinheiro e 75% em ações. Com isso, a Mittal pretende não pagar mais do que 4,7 bilhões de euros em dinheiro. A Mittal tem dito que irá reduzir sua oferta se a Arcelor prosseguir com o plano de 5 bilhões de euros em recompra de ações. "Continuamos acreditando que nossa oferta é muito atrativa e estruturada para que os acionistas da Arcelor participem do excelente potencial de crescimento da companhia combinada", afirma a siderúrgica em comunicado. A Arcelor tem rejeitado a investida da Mittal, alegando que seus acionistas estariam em situação bem melhor sozinha. Muitos analistas dizem que a Mittal talvez tivesse de melhorar sua oferta se pretendia conquistar os acionistas da Arcelor. Às 11h20 (de Brasília), a ação da Mittal recuava 0,89% no Euronext, em 27,75 euros, mas chegou a despencar mais de 4% no início da manhã. Enquanto isso, em Paris a Arcelor cedia 1,19%, em 32,46 euros. As informações são da agência Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.