Oi divulga nova relação de troca de ações com BRT

Nova relação foi ajustada para refletir alterações nas provisões para contingências judiciais cíveis da Brasil Telecom S.A. ("BrT") referentes a demandas relacionadas a direitos dos titulares de planos de expansão

Agência Estado,

25 de março de 2010 | 11h31

O conselho de administração do grupo Oi divulgou a nova relação de troca de ações com a

Brasil Telecom no âmbito da reorganização societária em curso pelas empresas. A nova relação é de 0,3955 ação ordinária da Telemar para cada ação ordinária da BrT e de 0,2191 ação preferencial classe C da Telemar para cada ação preferencial da BrT.

 

A nova relação foi ajustada para refletir alterações nas provisões para contingências judiciais cíveis da Brasil Telecom S.A. ("BrT") referentes a demandas relacionadas a direitos dos titulares de planos de expansão.

 

O processo de incorporação foi suspenso pelo grupo Oi em janeiro, após a descoberta de um esqueleto judicial avaliado em R$ 2,5 bilhões, referente aos antigos planos de expansão do sistema Telebrás. Inicialmente, a estimativa mensurada para esse tipo de provisão era de R$ 1,29 bilhão.

Tudo o que sabemos sobre:
OiBRT

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.