Oi negocia alienação da PT Portugal com Altice

A Oi confirmou, por meio de fato relevante enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), que na última sexta-feira o conselho de administração autorizou a análise de propostas recebidas para uma potencial alienação da PT Portugal e firmou ontem (30/11) contrato de exclusividade com o grupo francês Altice por um período de 90 dias.

MARCELLE GUTIERREZ E MARIANA SALLOWICZ, Estadão Conteúdo

01 Dezembro 2014 | 07h28

Durante os 90 dias, a Oi e a Altice irão negociar e acordar os termos finais da alienação da PT Portugal e a Oi irá obter as autorizações societárias necessárias para realizar o negócio.

De acordo com o fato relevante da Oi, não fazem parte da proposta da Altice os investimentos da PT Portugal na Africatel GmbH & Co. KG e Timor Telecom S.A., o endividamento da PT Portugal e os investimentos na Rio Forte Investments S.A, que são objeto da permuta com a Portugal Telecom SGPS, S.A, sujeita à aprovação pela Comissão de Valores Mobiliários.

A proposta final da Altice apresentada considera um valor da empresa de 7,4 bilhões de euros, excluindo caixa e dívida, e inclui um earn-out (pagamento diferido) de 500 milhões de euros relacionado a geração futura de receita da PT Portugal.

Em comunicado enviado pela Altice, a operação será financiada com dívida nova e caixa existente. Além disso, informou que a "transação exigirá aprovações societárias e estará sujeita a aprovações regulatórias que são padrão para uma operação desta natureza".

Na sexta-feira, os Correios de Portugal (CTT) informaram que assinaram um memorando de entendimento com a Altice para potencializar sinergias com a Portugal Telecom. Os CTT não irão colocar recursos na proposta da Altice.

Mais conteúdo sobre:
OiAltice

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.