Operação com cartão de crédito deve subir 16,6% em janeiro

As operações realizadas com cartão de crédito devem totalizar R$ 14 bilhões em janeiro, o que representa um crescimento de 16,6% em relação ao mesmo período do ano passado. A expansão novamente deve ser motivada pela substituição de outros meios de pagamento e pelas facilidades proporcionadas pelo produto, como a possibilidade de parcelamento de compras. Os dados são do estudo Indicadores do Mercado de Meios Eletrônicos de Pagamento, divulgado hoje pelo Banco Itaú.Para 2007, a estimativa da instituição é de avanço de 20% no faturamento do setor, para R$ 190 bilhões. A expectativa leva em conta uma expansão do Produto Interno Bruto (PIB) de 3,6% e uma inflação de 4,1% no ano. Apenas em janeiro, o mercado de cartões de crédito deverá registrar 141 milhões de transações, com um tíquete médio de R$ 91.A projeção para o total de plásticos em circulação no País ao final do mês é de 77 milhões, uma redução de aproximadamente um milhão de unidades. Segundo o diretor de Marketing de Cartões do Itaú, Fernando Chacon, a redução é motivada por um movimento cíclico de cancelamento de cartões inativos realizado pelos emissores.O executivo anunciou também a revisão dos números do mercado em 2006. A receita com cartões de crédito no ano passado totalizou R$ 156,9 bilhões, inferior aos R$ 159 bilhões divulgados anteriormente. Desta forma, o avanço efetivo do setor em 2006 foi de 23%. O dado anterior apontava para uma expansão de 24,9%.Segundo Chacon, o desempenho do PIB abaixo das projeções de início de ano, além da ausência de informações das bandeiras em alguns meses de 2006, justificam a menor expansão. "Ainda assim trata-se de um desempenho excepcional comparado com a média da economia", ressaltou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.