Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Ouro à vista renova máxima com fala de presidente do BC dos EUA e queda do dólar

 Empresa de análise técnica FuturesTechs prevê que o próximo nível de resistência importante do metal será de US$ 1.700,00 por onça-troy

Clarissa Mangueira, da Agência Estado,

28 de abril de 2011 | 09h17

O ouro spot (à vista) registrou novo patamar recorde nesta quinta-feira, depois que os comentários moderados do presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos), Ben Bernanke, na quarta-feira, levaram o dólar a acentuar a trajetória de queda e impulsionaram o sentimento pelo metal precioso.

Às 8h40 (de Brasília), o ouro spot subia 0,24%, para US$ 1.530,05 a onça-troy, após ter registrado a cotação recorde de US$ 1.534,65 por onça-troy. O contrato do ouro para junho negociado na Comex, divisão de metais da Nymex, avançava 0,87%, para US$ 1.530,50 a onça-troy.

"O ouro está sendo beneficiado claramente por tudo o que Bernanke tinha a dizer e esperamos que o metal ultrapasse a extremidade superior da faixa que temos acompanhando no curto prazo", destacou a FuturesTechs. A empresa de análise técnica prevê que o próximo nível de resistência importante será o de US$ 1.700,00 por onça-troy. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.