Ouro fecha em alta às espera de reuniões do BCE e FED

Os contratos futuros de ouro negociados na Comex, a divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), fecharam em alta nesta segunda-feira, 29. Analistas atribuíram a alta às expectativas de que o Federal Reserve e o Banco Central Europeu (BCE) manterão suas políticas monetárias acomodadas nas reuniões desta semana. A queda do dólar também ajudou a impulsionar os preços do metal precioso.

Agencia Estado

29 de abril de 2013 | 15h52

O contrato de ouro mais negociado, com entrega para junho, ganhou US$ 13,80 (0,95%), fechando a US$ 1.467,40 a onça-troy. Incluindo o dia de hoje, os preços do ouro avançaram em seis das últimas oito sessões.

As políticas monetárias acomodatícias dos bancos centrais elevam o risco de inflação e o ouro é usado como proteção nesse cenário.

Dados desta segunda-feira dos EUA mostram que o gasto pessoal no país, que mede compras de produtos como carros e roupas a produtos de cuidados com a saúde e viagens, subiu 0,2% em março, sinalizando crescimento econômico estável, mas lento. Economistas previam que o indicador ficaria estável. Os gastos dos consumidores representam dois terços da demanda na economia. Em fevereiro, no entanto, a alta havia sido de 0,7%.

Enquanto isso, o índice de preços dos gastos com consumo pessoal (PCE, na sigla em inglês), que é a medida preferida de inflação do Federal Reserve, subiu 1,0% em março, na comparação com igual mês do ano passado, segundo dados do Departamento do Comércio. A meta de inflação anual do FED é de 2,0%. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
mercadoourofechamentoalta

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.