Ouro fecha em alta com comentário do presidente do Fed

Os contratos futuros de ouro negociados na Comex, a divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), fecharam em alta nesta quinta-feira, beneficiados pelos comentários feitos nesta quarta-feira, 10, pelo presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos), Ben Bernanke, que sugeriu que os estímulos devem continuar no futuro próximo.

AE, Agencia Estado

11 de julho de 2013 | 15h52

O contrato de ouro mais negociado, com entrega para agosto, ganhou US$ 32,50 (2,60%), fechando a US$ 1.279,90 a onça-troy, o maior nível desde 21 de junho. "Claramente, os comentários de Bernanke ontem inverteram o mercado. Ele foi além do que as pessoas esperavam", afirma o diretor de Negociação de Commodities da Logic Advisors, Bill O''Neill.

Numa conferência poucas horas depois da divulgação da ata da última reunião do Fed, Bernanke disse nesta quarta-feira que a taxa dos Fed funds deve continuar inalterada por algum tempo, mesmo após o desemprego cair para 6,5%, o "gatilho" estabelecido pelo próprio banco central dos EUA para a política monetária. A ata da reunião mostrou que os membros do Fed estavam profundamente divididos sobre quando começar a retirar o programa de compra de bônus.

De acordo com o diretor de Corretagem de Futuros do Linn Group, Ira Epstein, alguns investidores que apostavam na queda do ouro foram pegos de surpresa pelos comentários do presidente do Fed e fecharam essas posições nesta quinta-feira. Mesmo assim, Epstein afirmou acreditar que, para o metal manter esses ganhos no longo prazo, será preciso que a inflação no país comece a subir. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
Ourofechamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.