Ouro fecha em alta com dólar mais fraco

Os contratos futuros de ouro negociados na Comex, a divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), fecharam em alta nesta terça-feira, 16, pela segunda sessão consecutiva, ajudado pela expectativa dos investidores pelos depoimentos do presidente do Federal Reserve, Ben Bernanke, ao Congresso na quarta e na quinta-feira.

Agencia Estado

16 de julho de 2013 | 15h53

O contrato de ouro mais negociado, com entrega para agosto, ganhou US$ 6,90 (0,5%), fechando a US$ 1.290,40 a onça-troy.

Se os investidores "avaliarem que o cenário desenhado por Bernanke é um em que vale a pena continuar com o ouro, então a falta dessas vendas ajudará a demanda asiática a dominar", disse Julian Phillips, do GoldForecaster.com. No entanto, se o contrário ocorrer, as vendas mais fortes "podem prejudicar mais uma vez o preço do ouro".

O metal precioso também recebeu apoio do dólar mais fraco e do avanço da inflação. O índice de preços ao consumidor (CPI) subiu 0,5% em junho ante maio, perto da previsão de alta de 0,4%. O avanço é o mais forte em cinco meses, o que foi considerado um sinal de que a inflação nos EUA está se estabilizando. Diante de todos esses indicadores, cresceu a expectativa de que o Fed pode começar a reduzir os estímulos à economia norte-americana - em especial desacelerando as compras de bônus - em breve.

Por isso as atenções dos participantes estão concentradas nos depoimentos de Bernanke ao Congresso dos EUA, na quarta-feira na Câmara e quinta-feira no Senado. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
mercadoouro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.