Ouro fecha em alta com tensões geopolíticas

O contrato para agosto fechou com ganho de US$ 4,50 (0,3%), a US$ 1.313,90 a onça-troy

STEFÂNIA AKEL, Agência Estado

21 de julho de 2014 | 16h22

Os contratos futuros do ouro negociados na Comex, a divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), fecharam em alta nesta segunda-feira, 21, com os investidores buscando proteção no metal em meio aos riscos geopolíticos na Ucrânia e no Oriente Médio.

O contrato para agosto fechou com ganho de US$ 4,50 (0,3%), a US$ 1.313,90 a onça-troy.

O analista Walter de Wet, do Standard Bank, afirmou, porém, que a sensibilidade dos preços na Ásia pode impedir o ouro de obter ganhos significativos. "A renovada tensão política pode ajudar o preço do ouro nos próximos dias. No entanto, a menos que a situação se deteriore substancialmente, duvidamos que a demanda adicional introduzida pelo risco político possa superar o declínio previsto na Ásia", afirmou.

Já analistas do Bank of America Merrill Lynch afirmaram, em relatório, que a pior fase para os preços do ouro já parece ter passado.

Com informações da Dow Jones Newswires

Tudo o que sabemos sobre:
OURO

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.