Ouro fecha em alta de 1,80% com busca por pechinchas

Os contratos futuros de ouro negociados na Comex, a divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), fecharam em alta nesta segunda-feira, 22, continuando a recuperação iniciada na semana passada após a maior onda de vendas em 30 anos. Investidores e compradores físicos do ouro continuam entrando no mercado à procura de pechinchas.

Agencia Estado

22 de abril de 2013 | 15h36

O contrato de ouro mais negociado, com entrega para junho, fechou a sessão com alta de US$ 25,60 (1,80%), a US$ 1.421,20 a onça-troy.

O ouro já avançou 4,4% desde a queda de 9% registrada no início da semana passada, com os investidores aproveitando os preços baixos, que atingiram o menor nível em dois anos, para ingressar no mercado à procura de pechinchas. "Temos forte demanda física por ouro na Ásia e nos EUA. Na semana passada já vimos mais atividades, com pessoas voltando ao mercado e estabelecendo novas posições", disse Bob Haberkorn, da RJO Futures.

Mesmo assim, alguns analistas não acreditam que as compras de moedas e outras compras físicas serão suficientes para manter os preços mais altos se os investidores continuarem receosos em manterem o metal após a onda de vendas.

Nesta segunda-feira, o Barclays cortou sua previsão para os preços do ouro em 2013 em 10%, citando a possibilidade de investidores continuarem a abandonar o metal. Analistas do banco acreditam que a média do preço do metal será de US$ 1.483 a onça-troy este ano, de US$ 1.647 na previsão anterior. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
mercadoourofechamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.