Ouro fecha em alta em meio a tensões na Ucrânia

Os contratos futuros de ouro fecharam com ganho nesta quinta-feira, 27, com suporte da crise na Ucrânia, enquanto os investidores analisavam os planos do Federal Reserve para a política monetária norte-americana.

LUCAS HIRATA, COM INFORMAÇÕES DA DOW JONES, Agencia Estado

27 de fevereiro de 2014 | 17h04

O ouro para abril subiu 0,49%, ou US$ 6,40, e fechou a US$ 1334,60 por onça-troy, na Comex, a divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex). A prata para março teve alta de 0,28%, para US$ 21,314 por onça-troy.

Além disso, os contratos futuros de ouro ganharam força em meio a preocupações com a Ucrânia após homens armados invadirem escritórios do governo na região da Crimeia e após o presidente deposto, Viktor Yanukovich, afirmar em um comunicado que ainda se considera o líder do país.

Em uma audiência ao Comitê Bancário do Senado, a presidente do Fed, Janet Yellen, disse que a instituição deverá ficar "atenta aos sinais" que indicam se a recuperação está progredindo como esperado. Yellen afirmou que, desde a sua fala no Câmara há duas semanas, uma série de dados vieram mais fracos que o esperado pelo mercado. "A suavidade pode refletir as condições climáticas adversas, mas é difícil ter certeza sobre este ponto", afirmou.

"Nas semanas e meses seguintes eu e os meus colegas no Fed vamos estar atentos aos sinais que indicam se a recuperação está progredindo em linha com as nossas expectativas", disse Yellen em discurso ao Senado. A presidente do Fed afirmou também que "a política acomodatícia do Fed será adequada por algum tempo".

Para alguns investidores, os comentários de Yellen pareceram colocar uma parcela de culpa menor no clima do que no testemunho anterior, reforçando o argumento de que a recuperação pode ser mais frágil do que muitos esperavam.

O Fed vem reduzindo suas compras de títulos à medida que as condições econômicas melhoraram nos EUA, um movimento que deverá fortalecer o dólar enquanto faz outros ativos, como o ouro, menos atrativos. Alguns investidores usam o ouro como um hedge contra a incerteza econômica, inflação e um dólar fraco.

Tudo o que sabemos sobre:
mercado de ouro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.