Ouro fecha em leve baixa após plano para crise na Síria

Os contratos futuros de ouro negociados na Comex, a divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), fecharam em leve baixa nesta quarta-feira, 11, estabilizando-se após a forte queda registrada na terça-feira, 10, com a possibilidade de uma solução diplomática para a crise da Síria.

Agencia Estado

11 de setembro de 2013 | 16h05

O contrato de ouro mais negociado, com entrega para dezembro, teve queda de US$ 0,20 (0,01%), fechando a US$ 1.363,80 a onça-troy.

As autoridades do governo russo enviaram hoje aos EUA o plano que colocaria as armas químicas da Síria sob controle da comunidade internacional, afirmaram agências de notícias estatais da Rússia, citando fontes diplomáticas do país. A Casa Branca disse hoje à tarde que a avaliação da proposta da Rússia levará algum tempo.

Os investidores estão divididos quanto à possibilidade de os EUA e seus aliados aceitarem a proposta russa para evitar uma intervenção armada, disse Chintan Karnani, analista-chefe da Insignia Consultants. "Isso está mantendo os traders cautelosos e evitando uma grande mudança nos preços do ouro", afirmou. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
mercados de ouro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.