Ouro fecha em queda após leilão da Espanha

 Expectativa com possíveis medidas do Fed conteve perdas maiores do metal precioso, que pode se tornar 'porto seguro'

Renan Carreira, da Agência Estado,

19 de junho de 2012 | 16h04

Os contratos futuros de ouro fecharam em queda nesta terça-feira, pela segunda sessão consecutiva, após um leilão de dívida da Espanha, que vendeu ligeiramente acima do esperado. A baixa não foi maior porque existe a expectativa com a reunião de dois dias do Comitê de Mercado Aberto do Federal Reserve (Fomc, na sigla em inglês), na qual o órgão pode adotar mais uma rodada de relaxamento quantitativo.

O ouro para entrega em agosto fechou em baixa de US$ 3,8 (0,23%), para US$ 1.623,20 por onça-troy na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex).

O Tesouro Espanhol vendeu 3,039 bilhões de euros em papéis, um montante levemente maior do que a faixa pretendida - que ia de 2,0 bilhões de euros a 3,0 bilhões de euros. Apesar do yield (retorno ao investidor) ter subido, o resultado foi considerado positivo, o que suavizou os temores com a crise na zona do euro e aumentou o apetite do mercado por ativos de risco, tirando o apelo do ouro como "porto seguro".

Porém, a expectativa com o Fed conteve as perdas do metal. Uma medida de estímulo pelo banco central dos EUA causaria uma desvalorização do dólar, levando os investidores a procurar proteção no ouro. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Ourofechamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.