Ouro fecha em queda derrubado por valorização do dólar

Os preços do outro enfraqueceram com os ganhos registrados pelo dólar nesta segunda-feira. O enfraquecimento na leitura da confiança dos empresários na Alemanha e os temores com a Espanha e a Grécia deixaram os investidores preocupados com o ritmo do crescimento global, elevando o dólar em relação ao euro. O fortalecimento da moeda americana pode conter o entusiasmo do investidor pelo ouro e outros metais preciosos denominados em dólar e torná-los mais caros para os compradores que usam outras moedas, bem como limitar a demanda por segurança contra o declínios na moeda.

PATRÍCIA BRAGA, Agencia Estado

24 de setembro de 2012 | 16h05

O contrato do ouro para dezembro, o mais ativo, caiu US$ 13,40, (0,8%), fechando a US$ 1.764,60 a onça troy na Comex, divisão de metais da Nymex.

O ouro fechou no maior pico em seis meses na sexta-feira (21) com a especulação de que a Espanha está a ponto de pedir ajuda. Aparentemente, porém, o país continua relutante em fazer um pedido oficial para ajuda internacional, e a reversão nos mercados de câmbio atingiu o sentimento nos mercados de metais preciosos nesta segunda-feira.

Já o paládio e a platina reagiram em queda às preocupações com o crescimento global e com a possibilidade de uma interrupção na produção na África do Sul ter ficado menos provável com a resolução a greve no país.

O contrato do paládio para entrega em dezembro, o mais ativo, caiu US$ 26,05 (3,9%), e fechou a US$ 645,50 a onça-troy, na Nymex, o menor valor no fechamento desde o dia 4 deste mês. Já o contrato da platina para entrega em outubro, caiu US$ 15,60 (1%), e fechou a US$ 1.622, a onça, o menor valor desde o dia 11 de setembro.

A greve dos trabalhadores na minas da Lonmin, na África do Sul, terminou na semana passada, embora em outras partes do país alguns trabalhadores do setor ainda não tenham voltado ao trabalho. A África do Sul produziu 75% da platina do mundo em 2011, e 40% do paládio, segundo informações da Thomson Reuters. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
ourodólarfechamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.