Ouro fecha no menor valor em seis semanas

Os contratos futuros de ouro estenderam as perdas pelo segundo pregão seguido e encerram a sessão desta quinta-feira abaixo de US$ 1.300,00 a onça-troy pela primeira vez em seis semanas pressionados por bons dados dos Estados Unidos.

MATEUS FAGUNDES, Agencia Estado

27 de março de 2014 | 16h21

Na Comex, a divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), o ouro para abril caiu US$ 8,70 (0,67%), a US$ 1.294,70 a onça-troy. A prata para maio teve um leve recuo de US$ 0,08 (0,36%), fechando a US$ 19,708 a onça-troy.

A maior parte dos dados dos Estados Unidos vieram bons nesta quinta-feira, dando mais um sinal positivo sobre a economia norte-americana. Os pedidos de auxílio-desemprego caíram para 311 mil na semana encerrada no último dia 22, o menor nível em quatro meses, contrariando a expectativa dos economistas, de que subisse para 325 mil.

A terceira e última leitura do Produto Interno Bruto (PIB) do quarto trimestre de 2013 mostrou um crescimento de 2,6% no período, acima da expansão de 2,4% da segunda leitura, embora tenha ficado abaixo da estimativa dos economistas de +2,7%. O Fed de Kansas City também informou que seu índice de atividade industrial regional subiu para 10 em março, de 4 em fevereiro, acima das previsões de analistas.

"Os dados ruins do início do ano foram reflexos sazonais e nós temos observado uma recuperação fora disso", disse Bill Baruch, estrategista de mercado da iiTrader. Resultados bons da economia pressionam o ouro porque podem estimular o Fed a continuar com o ritmo de redução da compra mensal de bônus. (Com informações da Dow Jones Newswires)

Tudo o que sabemos sobre:
ouro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.