Ouro fecha no nível mais alto desde 15 de novembro

Os preços do ouro subiram pela quarta sessão consecutiva e chegaram ao fim do dia no nível mais alto desde 15 de novembro. A alta foi atribuída à volta dos participantes chineses ao mercado, depois dos feriados do Ano Novo lunar. Traders disseram que o recuo do dólar diante do euro e do iene contribuiu para a alta do ouro, já que o metal fica mais barato para investidores que usam outras moedas.

Agencia Estado

10 de fevereiro de 2014 | 17h33

Segundo os traders, os dados fracos de postos de trabalho criados nos EUA em janeiro alimentaram a preocupação com a economia dos EUA e a expectativa entre alguns investidores de que o Federal reserve possa prorrogar seu programa de estímulo à economia. "Novas surpresas negativas nos dados do emprego e um adiamento de novas reduções nas compras de bônus do Fed beneficiariam os preços do ouro", disse a analista Suki Cooper, do Barclays.

Na Comex, em Nova York, os contratos do ouro para abril fecharam a US$ 1.274,70 por onça-troy, em alta de US$ 11,80 (0,93%). Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
mercado de ouro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.