Ouro fecha no nível mais alto em três semanas após comentários sobre euro

Presidente do BCE diz que autoridades estão mais próximas de decisões conjuntas para derrubar custos de empréstimos

Ricardo Gozzi, da Agência Estado,

26 de julho de 2012 | 16h38

Os contratos futuros de ouro fecharam em alta nesta quinta-feira na Comex, a divisão de metais da bolsa mercantil de Nova York (Nymex), atingindo o nível mais elevado em três semanas na esteira dos comentários do presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, sobre o euro.

Em Londres, Draghi defendeu o euro, sinalizando que as autoridades europeias podem estar mais próximas de decisões conjuntas e que o BCE talvez estaria preparado para tomar medidas para derrubar os custos de empréstimos dos governos do Bloco. "Nós acreditamos que o euro é irreversível. Não são palavras vazias. As ações que estamos tomando o tornarão irreversível", declarou o presidente do BCE.

Os comentários de Draghi estimularam o euro. O dólar e o ouro tendem a se mover em direções opostas, motivo pelo qual a alta do euro ajudou o metal precioso na sessão desta quinta-feira. Com isso, o ouro para entrega em agosto subiu US$ 7,00 (0,44%) na Comex, encerrando em US$ 1.615,10 por onça-troy. Trata-se do nível mais elevado de fechamento do ouro desde 3 de julho. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
mercadosouro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.