Ouro recua pressionado por alta do mercado de ações

Os contratos futuros de ouro negociados na Comex, a divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), fecharam em baixa pela segunda sessão consecutiva nesta terça-feira, 29, pressionados pelo apetite por risco dos investidores, que buscaram hoje o mercado de ações.

STEFÂNIA AKEL, Agencia Estado

29 de abril de 2014 | 15h29

O contrato de ouro mais negociado, com entrega para junho, perdeu US$ 2,70 (0,2%), fechando a US$ 1.296,30 a onça-troy.

Traders também avaliaram o dado de confiança do consumidor dos EUA, que veio misto. O índice, medido pelo Conference Board, caiu para 82,3 em abril, de 83,9 em março, ficando abaixo da previsão de 83. Por outro lado, o dado de março foi revisado para cima, da leitura original de 82,3.

Também permeou os negócios hoje a expectativa pela decisão de política monetária do Federal Reserve, que sai amanhã, o que manteve contidos os movimentos de preço. Os investidores se preocupam com a possibilidade de que o fim das compras mensais de bônus, prevista para este ano, abra caminho para que o Fed eleve as taxas de juros no próximo ano.

Apesar de muitos investidores verem o ouro como porto seguro, o metal precioso vem tendo dificuldade de competir com os títulos do Tesouro americano por não fornecer juros.

Para David Govett, a queda do ouro hoje foi "peculiar", dado o contínuo risco que as tensões entre Rússia e Ucrânia representam para o mercado financeiro. (Com informações da Dow Jones Newswires)

Tudo o que sabemos sobre:
mercado de ouro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.