Ouro sobe com investidores em busca de segurança

Os contratos futuros de ouro negociados na Comex, a divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), fecharam no maior nível em três meses nesta terça-feira, 27, à medida em que os investidores buscam segurança em meio à crescente instabilidade no Oriente Médio e com o ressurgimento das preocupações com o teto da dívida dos Estados Unidos.

AE, Agencia Estado

27 de agosto de 2013 | 15h49

O contrato de ouro mais negociado, com entrega para dezembro, teve alta de US$ 27,10 (2%), fechando a US$ 1.420,20 a onça-troy, o maior nível desde 14 de maio. O secretário de Defesa dos EUA, Chuck Hagel, disse nesta terça-feira que os EUA e aliados concluíram que a Síria usou armas químicas contra civis na semana passada e afirmou que o Departamento de Defesa apresentou opções ao governo do presidente Barack Obama. "Estamos prontos", afirmou.

Os investidores costumam buscar segurança em ativos como o ouro em tempos de instabilidade. O metal também foi beneficiado por preocupações renovadas com o teto da dívida norte-americana, após o Tesouro afirmar que o limite será atingido em meados de outubro, antes que o previsto. "As negociações orçamentárias são um ponto de foco para o ouro porque outro abismo fiscal é possível", disse o vice-presidente do RBC Capital Markets Global Futures, George Gero. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
Ouro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.