Ouro sobe, dando sequência ao rali motivado pelo Fed

Os contratos futuros de ouro negociados na Comex, a divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), fecharam em alta nesta segunda-feira, 23, acentuando os ganhos do rali da semana passada.

STEFÂNIA AKEL, COM DOW JONES, Agência Estado

23 de junho de 2014 | 15h05

O contrato de ouro mais negociado, com entrega para agosto, ganhou US$ 1,80 (0,1%), fechando a US$ 1.318,40 a onça-troy.

Os preços chegaram a cair hoje, em um movimento de realização de lucros, mas as apostas de que o rali do metal precioso vai continuar predominaram. "O mercado pareceu quase confuso", disse Peter Hug, diretor da Kitco Metals. "Depois da força da semana passada, traders tentaram decifrar se este é o começo de um novo rali."

Na semana passada, os preços do ouro alcançaram o maior nível desde abril, após a sinalização do Federal Reserve de que não haverá pressa para elevar as taxas de juros.

Tudo o que sabemos sobre:
ouro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.