Ouro sobe impulsionado pelo aumento de compras físicas

Os contratos futuros de ouro negociados na Comex, a divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), encerraram esta sexta-feira em alta, em mais um sinal de aumento nas compras físicas após a forte queda registrada no início da semana.

Agencia Estado

19 de abril de 2013 | 17h37

O contrato com vencimento para junho subiu US$ 3,10 (0,22%), fechando a US$ 1.395,60 a onça-troy. Já os contratos de prata encerraram a sessão desta sexta-feira no menor nível desde outubro de 2010, apesar de intensas vendas do metal físico. A prata com entrega para abril caiu US$ 0,28 (1,20%) e fechou a US$ 22,95 a onça-troy.

O ouro fechou em seu segundo dia de alta depois de relatos de grandes vendas do metal físico na Ásia. O ouro atingiu seu menor patamar em 26 meses na segunda-feira, 15, e compradores de varejo migraram rapidamente para o mercado em busca de negócios. "Os preços mais baixos em dois anos podem ter beneficiado tanto os compradores industriais, quanto os negociadores de joias", disse George Gero, da RBC Capital Markets. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
mercadoourofechamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.