Panamericano confirma emissão de US$ 500 milhões em bônus de 10 anos

A procura foi mais do que quatro vezes o valor efetivamente colocado, informa o banco

Agência Estado,

23 de abril de 2010 | 18h01

O Banco Panamericano confirmou, por meio de comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a emissão de bônus com vencimento em 10 anos no valor total de US$ 500 milhões. Conforme informou a instituição, os recursos captados serão utilizados para aumentar a base de capital para crescimento da carteira de crédito.

 

Segundo o banco, após roadshow realizado em diversos países da Europa, Ásia e nos EUA, foram recebidas ordens de mais de 190 investidores, sendo 53% de private bankings, 25% de gestoras de fundos de investimento, 7% de bancos, 7% de Hedge Funds, 4% de corporates, 2% de seguradoras e 2% de outros. As Américas contribuíram com 54% para a composição do book, calculou o Panamericano. A Europa respondeu por 38% e a Ásia, por 8%.

 

"A procura foi mais do que quatro vezes o valor efetivamente colocado e a credibilidade das ordens recebidas permitiu que o PanAmericano elevasse o montante inicialmente anunciado para US$ 500 milhões, a um patamar de rendimento para o investidor de 8,625% a.a.", disse o banco em comunicado enviado ao mercado. O cupom foi fixado em 8,5% ao ano e o volume do book atingiu US$ 2,3 bilhões.

 

Bradesco BBI, Itaú BBA, Standard de Investimento e UBS Investment atuaram como lead-managers e bookrunners da emissão.

 

Tudo o que sabemos sobre:
emissõesbônusPanamericano

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.