Pão de Açúcar conclui venda privada de ações para 2006

O Pão de Açúcar concluiu o processo de venda privada das 4 bilhões de ações preferenciais liberadas para negociação até agosto. No último dia 26, a empresa já informara sobre esta transação, ao comunicar alteração no cronograma de liberação de ações de Valentim dos Santos Diniz e Lucília Maria dos Santos Diniz. A operação se insere no acordo, firmado há um ano entre a rede e o grupo francês Casino, para que ambos passassem a dividir o controle do grupo. Pelo acordo, houve uma reestruturação societária, e os acionistas já citados passaram a ser titulares diretos de ações PN, que poderiam ser vendidas conforme o cronograma, para não alterar a cotação das ações e permitir aumento gradual no número de papéis em circulação. O cronograma de liberação das ações remanescentes permanece o já divulgado: (a) 4.509.227.415 ações preferenciais serão liberadas para venda a partir de maio de 2008; (b) 8.527.430.697 ações preferenciais serão liberadas para venda a partir de maio de 2010.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.