Pão de Açúcar lidera Ibovespa com melhora nas vendas

As ações preferenciais do Pão de Açúcar sustentam boa alta em um dia de queda no pregão desta manhã da Bolsa de Valores de São Paulo. Às 10h35, os papéis giravam R$ 3,52 milhões e subiam 1,87%, para R$ 60,17. Lideram com folga as altas do índice, ao lado apenas de Braskem PNA + 0,34%, Telesp PN + 0,30% e Arcelor On + 0,23%. O Ibovespa cai quase 1%. A empresa divulgou ontem o desempenho de suas receitas em setembro e trouxe uma informação que foi bem recebida pelo mercado: após mais de um ano, as vendas de produtos alimentícios inverteram a tendência de queda e cresceram 0,2% no mês passado. A performance das vendas de produtos não alimentícios continuou com forte crescimento, de 18,1% no mês. As vendas líquidas do Pão de Açúcar subiram 7% em setembro, para R$ 1,101 bilhão. No conceito "mesmas lojas", as vendas brutas nominais mostraram crescimento de 4,5%. O Pão de Açúcar informou também que continuará "reforçando sua estratégia de preços competitivos como forma de consolidar seu desempenho de vendas". O grupo fechou o terceiro trimestre com alta de 2,5% na receita líquida, para R$ 3,297 bilhões. As vendas brutas no conceito ?mesmas lojas? mostraram crescimento de 0,2%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.