Para Net, compra da Vivax está dentro do contexto estratégico

A compra da Vivax está dentro do contexto estratégico da Net, afirmou hoje o diretor Financeiro e de Relações com Investidores da empresa, Leonardo Pereira. "Sempre acreditamos na consolidação do setor e aguardávamos uma oportunidade", disse o executivo, em teleconferência com analistas. "Assumimos a liderança dessa consolidação."Segundo ele, as companhias são complementares. No Estado de São Paulo, a Net possui 2,4 milhões de lares cabeados e a Vivax, 1 milhão. Com o negócio, a empresa eleva sua participação no mercado de TV por assinatura de 37% para 45%."Estamos falando de uma companhia mais competitiva, com aumento significativo na participação dos segmentos A e B. Poderemos oferecer o Net Fone de forma mais consistente. Também fortalecemos nossa plataforma de banda larga." Como a transação será feita por meio de troca de ações, não há impacto sobre o endividamento da empresa.Pereira afirmou que ainda é prematuro tentar quantificar as sinergias da união. "Mas uma coisa clara é que elas existem. As redes são vizinhas, é possível ligá-las de forma eficiente", disse. "Estamos falando de coisas fáceis de fazer, até pela situação geográfica."A única sobreposição existente entre as companhias é na cidade de Santos. A Net é a maior operadora de TV por assinatura via cabo do País e está presente em 44 cidades dos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Mato Grosso do Sul, Pernambuco e no Distrito Federal. A Vivax está em segundo lugar no ranking e atua em 34 cidades dos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Amazonas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.