Parte dos recursos da VarigLog irá cobrir dívida da Varig

O juiz da 8ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro, Luiz Roberto Ayoub, explicou hoje que, no detalhamento da proposta da VarigLog, terá de constar uma garantia de que parte dos recursos do pagamento da empresa será destinada à Varig antiga, empresa na qual ficarão as dívidas da companhia aérea após o leilão de venda.Pelo modelo de reestruturação aprovado pelos credores, a Varig foi cindida em duas: a primeira ficaria com os ativos operacionais (linhas internacionais e domésticas) e a segunda herdaria as dívidas e ficaria apenas com as atividades de prestação de serviço, como a emissão de bilhetesSegundo Ayoub, essa obrigatoriedade de repassar recursos para a Varig "velha" está prevista no artigo 60 da nova Lei de Falências. "Não é possível que exista um CNPJ apenas com os passivos."Ainda hoje a Justiça irá se posicionar sobre a viabilidade ou não da proposta de compra da Varig feita pela VarigLog. O juiz aguarda apenas o relatório da administradora judicial Deloitte com base nas informações da VarigLog.VôosEnquanto a crise da Varig atinge aeroportos em todo mundo, na Alemanha, onde acontece até 9 de julho a Copa do Mundo, não há rotas suspensas. Segundo apurou a Rádio Eldorado, passageiros de toda Europa, e até do Japão, estão sendo encaminhados para o Aeroporto Internacional de Frankfurt, de onde os vôos continuam saindo normalmente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.