Patrimônio dos fundos da Vega cai para US$ 5,8 bi

Os retornos de todos os seis fundos da Vega Asset Management, um dos maiores fundos de hedge do mundo, estão em território negativo neste ano, de acordo com uma carta enviada pela Vega a seus cotistas. Isso levantou dúvidas sobre se os investidores continuarão com a empresa caso as perdas continuem. O porta-voz da Vega, Benjamin Mann, disse que o grupo não planeja fechar nenhum dos fundos. A empresa já teve US$ 12 bilhões em ativos sob gerenciamento, mas esse montante encolheu para cerca de US$ 5,8 bilhões, por causa de resgates de cotistas e do desempenho fraco de seus produtos. Um desses fundos, o Vega Select Opportunities Fund, que faz apostas em renda fixa e câmbio nos dez países mais industrializados do mundo, caiu 10,6% em setembro, e 9,7% em agosto. Uma pessoa próxima ao assunto sinalizou que o fundo continuou registrando perdas nos primeiros dias deste mês. Desde o início de 2005, seus cotistas já perderam mais de um quarto do capital por causa do desempenho negativo. O fundo, que é administrado por Ravinder Mehra, foi lançado em junho de 2000. "Durante setembro, o Vega Select Fund incorreu em perdas principalmente provenientes de posições vendidas nos mercados de renda fixa dos EUA, Europa e, em menor extensão, do Japão", disse o presidente do fundo, Micahel Mann, aos investidores. Além do Vega Select, os outros dois fundos mais importantes da Vega são o Vega Relative Value Fund e o Vega Global Fund. Há ainda três fundos "feeder" que operam juntamente com os primeiros. Os dados enviados aos cotistas pela empresa ontem mostram que o Vega Diversified 2x Fund apresenta declínio de 15% no ano até setembro, enquanto o Vega Feeder Fund e o Vega Global Fund, que segundo Mann têm "uma visão macroeconômica semelhante" à do Vega Select, mas que assumiram menos riscos, acumulam queda de mais de 5% cada um neste ano até o mês passado. Os outros dois fundos estão com perdas inferiores a 1% cada. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.