Petrobras: Biodiesel economizará 1 bi de litros de diesel em 2010

O presidente em exercício da Petrobras, Paulo Roberto Costa, projetou hoje, em evento na Refinaria Alberto Pasqualini (Refap), em Canoas (RS), que o processo produtivo de HBIO, desenvolvido pela estatal, irá reduzir a necessidade de importação de óleo diesel em 250 milhões de litros por ano em uma primeira fase, em 2007. Em 2008 e 2009, a previsão da empresa é economizar 425 milhões de litros de diesel importado por ano. A partir de 2010, a expectativa da estatal é uma redução nas importações de diesel de 1 bilhão de litros por ano, disse Costa, que participou da solenidade de assinatura de liberação de R$ 852,6 milhões do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para o projeto de ampliação da Refap.O executivo informou que a Petrobras irá investir US$ 700 milhões nos próximos cinco anos em biocombustíveis e energias renováveis. O diretor técnico da Refap, Paulo Ricardo Azevedo, explicou que o HBIO é um processo desenvolvido pela Petrobras que transforma o óleo de origem não mineral em óleo diesel. O diretor superintendente da Refap, Hildo Henz, anunciou que a refinaria irá testar, nos próximos dois meses, o uso de sebo bovino na produção do HBIO. "O HBIO e o biodiesel são projetos complementares que irão desenvolver o interior desse País continente", afirmou Costa, em discurso.A Refap recebeu hoje a visita do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que acompanhou parte do teste com o HBIO. O procedimento começou ontem e deve ser concluído na próxima semana. Nos testes, a refinaria irá testar vários índices de adição de óleos vegetais ao diesel. Para o procedimento, foi adquirido óleo vegetal de soja, mas a mistura pode usar outras oleaginosas, como mamona e dendê. A obrigatoriedade de adição de biodiesel ao diesel de petróleo, na proporção de 2%, está prevista para vigorar em 2008. Além da Refap, o HBIO já passou por testes na Refinaria Gabriel Passos (MG) e na Refinaria Presidente Getúlio Vargas (PR).

Agencia Estado,

08 de setembro de 2006 | 19h35

Tudo o que sabemos sobre:
empresas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.