Petrobras detalha plano de exploração de gás em Santos

A Petrobras detalhou hoje seu plano de exploração de gás natural na Bacia de Santos, no Estado de São Paulo. De acordo com os dirigentes da estatal, até o final de 2010, o volume de gás natural extraído e produzido pela companhia na região atingirá cerca de 30 milhões de metros cúbicos por dia e até 100 mil barris/dia de óleo e condensado. A empresa e seus parceiros pretendem investir cerca de US$ 18 bilhões nos próximos dez anos na região. A expectativa é de que, a partir do segundo semestre de 2008, o volume extraído da Bacia de Santos seja de cerca de 12 milhões de metros cúbicos/dia de gás natural. A empresa anunciou, durante a inauguração da Unidade de Negócio de Exploração e Produção na Bacia de Santos, o desenvolvimento do Pólo de Gás de Mexilhão, que deverá produzir, até 2011, 15 milhões de metros cúbicos de gás por dia e 20 mil barris/dia de condensado de gás natural. O Pólo de Mexilhão, segundo a estatal, deverá contar com uma megaplataforma, a ser instalada entre o campo de exploração e uma unidade de tratamento de gás, a ser construída em Caraguatatuba, no litoral norte paulista, num projeto total orçado em US$ 2 bilhões.A produção de Mexilhão será iniciada, segundo a Petrobras, a partir do primeiro semestre de 2009, produzindo de 8 milhões a 9 milhões de metros cúbicos/dia de gás, devendo atingir sua capacidade máxima, de 15 milhões de metros cúbicos/dia, por volta de 2011.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.