Petrobras estuda investir em gás natural no exterior

O diretor de Gás e Energia da Petrobras, Ildo Sauer, admitiu hoje a possibilidade de a estatal investir em uma unidade de liquefação de gás natural fora do Brasil. O objetivo, segundo ele, seria, além de comercializar o GNL no exterior, trazer o combustível para as duas plantas de regaseificação a serem instaladas no Brasil até 2009. Com isso, a Petrobras garantiria o abastecimento e poderia reduzir os custos de importação do gás liquefeito.Segundo Sauer, a possibilidade está ?dentro da estratégia da empresa?. ?Há um consenso na diretoria da Petrobras que é bastante conveniente estudar projetos de GNL no exterior para vender lá e trazer o produto para cá. Mas essa idéia funciona hoje como filosofia e é uma idéia absolutamente correta?, disse, lembrando que ainda não existe nada mais efetivo relativo ao tema.Por enquanto, segundo o diretor, a Petrobras vem discutindo com eventuais fornecedores contratos de aquisição do combustível para quando as plantas de regaseificação já estiverem instaladas. Segundo Sauer, já foram sondados os grandes fornecedores mundiais, como BG, BP, Repsol, Shell, Sonatrach, Quatar, Suez e empresas russas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.